sexta-feira, 9 de agosto de 2019

PLANTÃO ESPORTIVO


A bola vai rolar nesta sexta-feira pela Série B do Campeonato Brasileiro. 
Operário e Vila Nova se enfrentam às 19h15, em Ponta Grossa (PR).
No outro jogo da noite – às 21h30m – o Bragantino enfrenta o Botafogo de Ribeirão Preto.
Ambos os jogos são válidos pela 15ª rodada.
Sem vencer há sete jogos na Série A do Brasileiro, a Chapecoense tenta achar o rumo na busca do importante objetivo: deixar a zona de rebaixamento. Mas o número de gols sofridos (23 em 13 jogos) tem dificultado o rendimento do Verdão do Oeste, pois a equipe tem a pior defesa da competição.
No sábado, às 17 horas, o adversário do time de Chapecó será o Ceará, no Castelão.
A diretoria do CSA confirmou a rescisão do volante Bruno Ramires. Ele chegou no início do ano, mas não vinha sendo aproveitado no Brasileirão. No total, fez apenas sete partidas oficiais no ano.
Uns vão, outros chegam. Executivo de futebol do CSA, Fabiano Melo informou nesta quarta que ainda está em busca de três jogadores no mercado: um meia e dois atacantes de velocidade.
O técnico do CSA, Argel Fucks, ganhou mais uma opção na montagem do time do CSA para a partida contra o Fortaleza, marcada para a próxima segunda-feira. Recuperado de desconforto muscular, sofrido na última semana, o atacante Manga Escobar já treina normalmente com os companheiros.
O colombiano ainda não atuou sob o comando de Argel Fucks, mas pode ser relacionado e mostrar serviço no próximo confronto do time, válido pela 14ª rodada do Brasileirão.
Apenas uma partida abriu as disputas da 16ª rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C na noite desta quinta-feira. Jogando no Estádio Alfredo Jafoni, em Caxias do Sul, o Juventude fez jus ao fator casa para vencer o Tombense, pelo placar de 2 a 0 e se aproximar ainda mais da classificação antecipada para às quartas de final, além de manter a liderança isolada do Grupo B.
A vitória por 3 a 2 de virada diante do Imperatriz não foi suficiente para diminuir a pressão no Santa Cruz. No último treino antes de enfrentar o Confiança na Série C, a torcida marcou presença e cobrou e ameaçou os jogadores.
Depois dos gritos, porém, a torcida se acalmou a pedido do técnico Milton Mendes. Em outros momentos, os torcedores cantaram músicas de incentivo.
A Chapecoense precisará fazer algo inédito neste sábado, quando enfrenta o Ceará, às 17 horas, caso queira sair da zona de rebaixamento do Brasileirão nesta rodada: vencer. A Chape nunca derrotou o Ceará como visitante.

Até o momento, foram três jogos no Castelão, com duas vitórias do Ceará e um empate. As partidas ocorreram em competições diferentes: Série B, Copa do Brasil e Série A.
No time da Chapecoense, Henrique Almeida será o substituto de Everaldo no jogo contra o Ceará. O artilheiro da Chape está suspenso pelo terceiro cartão amarelo, recebido contra o Grêmio, na rodada passada.
Esta deve ser a única mudança feita pelo técnico interino Emerson Cris.
Sem vencer há sete jogos na Série A do Brasileiro, a Chapecoense tenta achar o rumo na busca do importante objetivo: deixar a zona de rebaixamento. Mas o número de gols sofridos (23 em 13 jogos) tem dificultado o rendimento do Verdão do Oeste, pois a equipe tem a pior defesa da competição.
No empate por 3 a 3 contra o Grêmio, o ataque funcionou muito bem. Isso porque, foi a primeira vez na Série A deste ano que a Chape marcou três gols em um jogo. Por outro lado, a defesa teve falhas determinantes, principalmente no jogo aéreo, o que comprometeu o resultado positivo.

quinta-feira, 8 de agosto de 2019

FORTALEZA X CEARÁ


Nas partidas oficiais jogadas pelos dois clubes, a equipe alvinegra leva vantagem sobre seu rival tricolor. Depois de anos divididos entre o equilíbrio e o predomínio de um ou outro clube, mais recentemente, nos anos 1990, os alvinegros dominaram o clássico, enquanto que os anos 2000 viram maior domínio dos tricolores.
A estatística dos jogos oficiais entre os dois rivais, em embates de torneios nacionais, regionais, estaduais e citadinos.
Partidas: 493
Vitórias do Ceará: 161
Vitórias do Fortaleza: 152
Empates: 180
Gols do Ceará: 638
Gols do Fortaleza: 618
Ao longo de sua história, o Clássico-Rei contou também com vários confrontos amistosos. Tratava-se de desafios para testar as equipes ou mantê-las em ritmo de jogo em períodos de escassa atividade futebolística, como nos Torneios da Movimentação locais, relativamente comuns até os anos 1990. Também podiam ser partidas que figuravam em torneios amistosos interestaduais, como os Torneios Ceará-Pará. Com o passar dos anos e os compromissos cada vez mais ocupando o calendário dos dois clubes, os amistosos foram escasseando. A estatística dos mesmos mostra:
Partidas: 78
Vitórias do Ceará: 32
Vitórias do Fortaleza: 23
Empates: 23
Gols do Ceará: 141
Gols do Fortaleza: 127
Deste modo, a soma total das estatísticas do Clássico-Rei apresenta-se assim:
Partidas: 571
Vitórias do Ceará: 193
Vitórias do Fortaleza: 175
Empates: 203
Gols do Ceará: 779
Gols do Fortaleza: 745
Nota: foram jogadas 8 partidas sem resultado conhecido e desconsideradas estatisticamente.
A última partida considerada nas estatísticas é a de 3 de agosto de 2019, uma vitória alvinegra por 2 a 1 pelo Campeonato Brasileiro de Futebol de 2019 - Série A.
Outros dados e números sobre o Clássico-Rei
O primeiro confronto entre Ceará e Fortaleza ocorreu em 17 de dezembro de 1918, com vitória do Ceará por 2 a 0, em partida válida por um dos torneios da antiga Liga Metropolitana Cearense de Futebol.
A primeira vitória do Fortaleza veio acontecer somente em 1922, no quarto confronto entre ambos, um 6 a 3 pelo Campeonato Cearense.
A maior goleada da história do Clássico-Rei foi pelo Campeonato Cearense de 1927, quando o Fortaleza aplicou 8 a 0 no Ceará.
A maior goleada do Ceará sobre o Fortaleza foi um 7 a 0, em um amistoso disputado em 1955.
O maior número de vitórias seguidas do Ceará é de 7 partidas, por duas vezes, entre 1951 e 1952, e em 1993.
O maior número de vitórias seguidas do Fortaleza também é de 7 partidas, entre 1936 e 1938.
O maior número de empates seguidos é de 6 partidas, em 1986.
Foram 33 vezes que o Clássico-Rei decidiu o Campeonato Cearense. A disputa pende para o lado tricolor por 17 a 16, após a final do estadual de 2019.
O maior tabu em jogos oficiais do Clássico-Rei pertence ao Fortaleza, que de 17 de julho de 1999 a 8 de julho de 2001 ganhou doze vezes e empatou outras quatro com o rival alvinegro.
Já o maior tabu, considerando quaisquer partidas, pertence ao Ceará, que de 16 de outubro de 1949 a 18 de abril de 1953, ganhou treze partidas e empatou quatro (dezessete no total, sendo nove oficiais e oito amistosas), vindo a perder para o rival tricolor quase quatro anos depois, em 9 de agosto de 1953.
O maior público pagante do Clássico-Rei foi de 60.363 pessoas, numa edição disputada em 6 de outubro de 1991.

segunda-feira, 24 de junho de 2019

MARACANAÚ


PATRIARCA AGRADECE PELA COLOCAÇÃO DE SEMÁFORO
O vereador Patriarca Neto agradeceu ao diretor do Demutran, Paulo Alexandre, pela implantação de um semáforo no cruzamento da Avenida Central com Rua 102, no Conjunto Acaracuzinho.
O equipamento é de grande importância e objetiva organizar ainda mais o trânsito naquele trecho da cidade.
MELHORIAS NA CE-350
A recuperação do asfalto da CE-350 que passa pelo bairro Olho D’água, na zona sul de Maracanaú. A solicitação foi feita pela vereadora Ivani Aguiar. Como se trata de uma rodovia da competência do Estado, Ivani pediu o apoio da deputada estadual Fernanda Pessoa.



terça-feira, 14 de maio de 2019

LANCE LIVRE NA CLUBE

ALÔ AMIGOS DA MAIOR PLATEIA ESPORTIVA DO NORDESTE!

Está começando pelas ondas sonoras e amigas da Ceará Rádio Clube (AM 1200), uma emissora dos Diários Associados de Comunicação, o programa Lance Livre na Clube.

Na sonoplastia – Lucas Rodrigues/Gabriel Lima

Direção da emissora - Márcio Aurélio

Nas reportagens: Sergio Cavalcante - Everaldo Baima - Jr. Marquesini - Henrique Alves

Nos transmissores, no parque eletrônico de Maracanaú: Seu Jorge

Apresentação – Renato Wanderley

quarta-feira, 6 de junho de 2018

CURIOSIDADES DAS COPAS

- A copa de 1962 foi a primeira que brasileiros puderam ver pela TV, apesar de não ao vivo. Fitas de videotape eram trazidas de avião e exibidas dois dias depois da realização dos jogos.

- O tricampeonato pelo Brasil, em 1970, no México, cedeu a posse definitiva da Taça Jules Rimet. Mas, em 1983, ela foi roubada da sede da CBF. Em 1984, a FIFA fez uma réplica da taça e deu-a de presente ao Brasil. A partir de 1974, a taça passou a chamar-se Taça FIFA.

- A copa de 1982, na Espanha, contou com a maior goleada da história da Copa do Mundo: a Hungria venceu El Salvador por 10 a 1.

- O fato trágico da eliminação do Brasil, na Copa de 2014 nas semifinais, pela Alemanha, pela goleada de 7 a 1, foi a maior derrota da Seleção Brasileira, o maior placar em uma semifinal de Copa do Mundo e o mais desastroso resultado enfrentado por um país-sede na história das Copas.

- Em 2014, a Alemanha foi a primeira equipe europeia a vencer uma Copa do Mundo sediada nas américas.O Brasil é o único país a ter participado de todas as edições da Copa do Mundo de Futebol.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

CÂMARA DEBATE DEMOLIÇÃO DE CAPELA

A possível demolição da Capela de Nossa Senhora das Graças – nas imediações da Ceasa – em Maracanaú, foi abordada na sessão desta segunda-feira, dia 28, na Câmara Municipal. O templo – que existe há 72 anos – deverá ser construído em outro local devido às obras de duplicação do Anel Viário. O vereador Patriarca Neto usou o segundo expediente do Poder Legislativo e demonstrou seu grau de tristeza com a medida, pois a igreja faz parte da história da cidade. O parlamentar informou ainda que o local foi palco não apenas de missas, mas também de batizados e casamentos, além de outras atividades católicas. “Não podemos deixar que a história de Maracanaú seja destruída em nome do progresso”, sentenciou Patriarca.  


sexta-feira, 25 de maio de 2018

CÂMARA DE CAUCAIA INCENTIVA GRUPO JUNINO


A Câmara Municipal de Caucaia promoveu nesta quinta-feira, dia 24, mais uma sessão ordinária. Na ocasião foram debatidos os festejos juninos. Uma das lideranças de um grupo infantil teve a oportunidade de falar a respeito do Grupo Junino e recebeu o apoio dos parlamentares. A presidente do Poder Legislativo caucaiense, Natércia Campos, comandou os trabalhos.